Encontro promove mesa-redonda sobre devoção a São Benedito

Neste sábado (28), às 18h, na Capela de São Benedito, será realizada a primeira mesa-redonda do projeto “Encontro de Saberes Sul-mineiros: território, curas e devoção”, com o tema "Memórias, cultura familiar, infância e devoção a São Benedito", tendo como palestrantes Benilto, Mestre Bucha, Capitão Ditinho, Lilia Clementino e Dona Alice Padilha.


A proposta visa promover um encontro de culturas e saberes tradicionais do Sul de Minas, a partir da presença dos mestres e mestras das culturas populares locais.


O encontro será um espaço de compartilhamento de conhecimento e intercâmbio entre os protagonistas locais, de maneira que estes agentes culturais possam expor seus conhecimentos e intercambiar experiências com o público participante. Serão seis ações presenciais distribuídas ao longo dos meses, com debates, oficinas e conferências, tendo por objetivo principal movimentar e fortalecer o setor das culturas tradicionais locais e produzir um evento em formato diferenciado, numa estrutura que parte das narrativas tradicionais para construção de espaços de formação públicos.


O evento acontece de maio e setembro de 2022, com a participação de representantes de inúmeras manifestações das culturas tradicionais do território como as congadas, a capoeira, as folias de reis e as religiões de matriz africana, entre eles Jeremias Brasileiro e Maria José de Souza (Tita).


Jeremias Brasileiro abriu o projeto no dia 14 de maio. Ele é Doutor em História Social, membro do Instituto Histórico e Geográfico do Sul de Minas (IHG-SM), escritor, poeta, possui quase 30 livros publicados, tento participado de diversos documentários e curtas-metragens. Rio-paranaibano, ainda é o Comandante Geral da Festa da Congada da cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, desde 2005 e presidente da Irmandade do Reinado do Rosário de Rio Paranaíba, desde 2011. A Conferência de Abertura foi realizada no sábado (14), às 18h, na sede da Associação Afro Ancestral de Poços de Caldas.


Após a conferência, têm início as mesas redondas e oficinas com duração até setembro. O encontro é uma produção da Equipe do Projeto Curas (www.projetocuras.com.br) e pelo Labsul (Laboratório Sul-Mineiro de pesquisa e descolonização), tendo sua gestão realizada pelos organizadores Lucas Santos, Gabriela Acerbi Pereira e Debora Romano.


Projeto Curas Para quem não conhece, o Projeto Curas é um processo de pesquisa, documentação e cocriação realizado no Sul de Minas Gerais desde 2019, incluindo cidades como Poços de Caldas, Machado e seus entornos. O projeto se estrutura a partir de produções artísticas e documentais compartilhadas, que são realizadas a partir das experiências, perspectivas e modos de vida dos participantes envolvidos no projeto.


Já o LABSUL é um espaço de experimentação que articula saberes das culturas tradicionais no Sul de Minas Gerais, considerando suas metodologias ancestrais, originárias e diaspóricas - e propostas decoloniais e antirracistas na pesquisa, na formação educacional e produção de projetos culturais. Nos últimos anos, o Projeto Curas vem ganhando destaque na região, além de premiações no audiovisual e fomento internacional, como o realizado pela Plataforma Ehcho.org

A programação completa pode ser encontrada nas redes sociais (instagram/@projetocuraslabsul)


Serviço Mesa "Memórias, cultura familiar, infância e devoção a São Benedito" Data: 28/05/2022 Horário: 18h Local: Capela de São Benedito