top of page

Maria Alcina se apresenta neste domingo em Poços de Caldas

O Composição Ferroviária receberá neste domingo (16) a cantora Maria Alcina, que comemora 50 anos de carreira. O show gratuito será às 10 horas, ao lado da Fepasa, no centro de Poços de Caldas.


Mineira de Cataguases, Alcina mudou-se para o Rio de Janeiro no começo dos anos 70 e cantou e se apresentou em casas de shows, boates e teatros de revista até explodir em 1972. Na década seguinte ela fez enorme sucesso com músicas retiradas do folclore, como Prenda o Tadeu e É mais embaixo. Já nos anos 90, a convite de Nelson Motta, participou de show em homenagem a Carmen Miranda, no Lincoln Center (Nova York), com Aurora Miranda e Marília Pêra.


Com o álbum Confete e Serpentina (2009), venceu o Prêmio da Música Brasileira nas categorias Melhor Cantora Popular e Melhor Disco Popular. Em 2014 gravou o CD “De Normal Bastam os Outros”, com canções inéditas de Zeca Baleiro, Arnaldo Antunes, Karina Buhr e Anastácia. No ano seguinte lançou DVD homônimo. Em 2018 foi a vez de homenagear a obra de Caetano Veloso, cantando em seus shows um repertório do compositor. Maria Alcina integra também o CD tributo à obra de Inezita Barroso (Canta Inezita), produzido por Thiago Marques Luiz e com a participação da icônica dupla As Galvão, Claudio Lacerda e Consuelo de Paula.


Para a abertura desta edição do Composição Ferroviária o convidado é Eli Muzamba. Mineiro de Muzambinho, Eli é vocalista da banda de rock JetSet há 25 anos. De Rolling Stones a Guimarães Rosa, a banda trilha caminhos inusitados, marcados pela performance de palco única e envolvente de seu vocalista. Depois de três discos gravados pela banda, que segue atuante, Eli grava seu primeiro CD solo – o Bonança, com canções próprias e com parceiros novos e antigos. Sobre o novo trabalho, que Eli traz para o Composição Ferroviária, diz “Bonança é um disco desacelerado e profundo, antenado com as tendências, mas, ao mesmo tempo, livre de modismos. E se na cena musical atual isso parece loucura, chamo isso de verdade.”


O Composição Ferroviária é viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura e tem o patrocínio do DME e do Hipermercado Baronesa, além do apoio da Cristais Cá d’Oro, do Ibis e Restaurante Lei Seca.

Yorumlar


bottom of page