top of page

Poços de Caldas oficializa candidatura para integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco

Poços de Caldas oficializou sua candidatura para integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) no campo da Literatura. A documentação foi enviada na tarde da última segunda-feira (29) à plataforma específica da iniciativa, por meio da Secretaria Municipal de Governo.


A candidatura leva em conta a vocação de Poços de Caldas para a literatura e o desejo da sociedade poços-caldense e sul-mineira para que o município integre a Rede de Cidades Criativas. O trabalho vem sendo realizado há aproximadamente três anos por um grupo formado por membros do Polígono Sul-mineiro do Livro, que abrange mais de 170 cidades, além das pessoas que fazem parte do Comitê Organizador Poços Literária e do Poços de Caldas Convention & Visitors Bureau.


“Somente uma cidade de Língua Portuguesa hoje faz parte desse rol, que é Óbidos, em Portugal, e nós queremos que Poços de Caldas possa ser a segunda a fazer parte deste seleto grupo”, destaca o prefeito Sérgio Azevedo.


A candidatura de Poços de Caldas na Rede de Cidades Criativas da Unesco recebeu aporte financeiro da ordem de R$ 130 mil, por meio de emenda parlamentar do deputado Mauro Tramonte, atendendo à solicitação do município de Poços de Caldas e do Polígono Sul-mineiro do Livro.


Na ocasião, o assessor do deputado, Demilton Vacarelli, destacou que a iniciativa é de grande relevância. “Tudo que divulga Poços de Caldas, em termos de turismo, é muito importante até porque o deputado é o presidente da Comissão de Gastronomia e Turismo da Assembleia, que foi idealizada por ele no mandato anterior e revalidada agora neste mandato. Ele entende que Poços de Caldas merece ser divulgada em todos os níveis e que isso é de grande relevância para todos nós”, pontuou.


A iniciativa considera o significativo histórico literário de Poços de Caldas, que registra índices de leitura maiores que as médias estadual e nacional, segundo pesquisa da Câmara Mineira do Livro (CML) e sedia a Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas e o Festival Literário Internacional (Flipoços), em sua 18ª edição, eventos que colocam a cidade no cenário literário mundial, fomentando a cultura literária e promovendo o incentivo à leitura no território.


A candidatura está ligada às possibilidades que poderão se abrir ao município e à região quando da transformação da aptidão de Poços de Caldas para a literatura em ativo estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável. As ações estão sendo executadas por membros do Polígono Sul-mineiro do Livro. Para auxiliar nos trabalhos, foi criado um Grupo Consultivo para suporte à candidatura de Poços de Caldas ao Selo Internacional Cidades Criativas da Unesco.


Rede de Cidades Criativas da Unesco Criada em 2004, a Rede visa promover a cooperação com e entre as cidades que identificam a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento sustentável. Atualmente, as 180 cidades que compõem a Rede trabalham juntas para alcançar um objetivo comum: colocar a criatividade e as indústrias culturais no centro de seus planos locais de desenvolvimento, além de cooperar ativamente com os planos de âmbito internacional.


O Brasil é o terceiro país que mais tem cidades na Rede, atrás somente de China e Itália. São 12 no total: Florianópolis (Gastronomia), Curitiba (Design), Belém (Gastronomia), Santos (Cinema), Salvador (Música), Brasília (Design), Paraty (Gastronomia), João Pessoa (Artesanato e Artes Populares), Fortaleza (Design), Belo Horizonte (Gastronomia), Campina Grande (Artes Midiáticas) e Recife (Música).




Comments


bottom of page