top of page

Águas de Poços de Caldas serão declaradas patrimônio histórico, cultural e imaterial de Minas Gerais

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou nesta terça-feira, 14 de maio, em segundo turno, o projeto de lei nº 3.952/2022, da deputada Beatriz Cerqueira (PT), que declara como patrimônio histórico, cultural e imaterial do Estado o uso e a coleta das águas nas Estâncias Hidrominerais de Poços de Caldas, Cambuquira, Caxambu, Lambari, Conceição do Rio Verde, São Lourenço e Caldas.


Segundo o projeto de lei, há uma identificação natural com a região do Sul de Minas, sendo evidente “nos modos de viver, saber e fazer de um povo, o povo das águas da Mantiqueira”.


O texto diz ainda que são encontrados nestas estâncias hidrominerais “importantes resquícios e características da cultura de cura centrada na água mineral e a construção dos hábitos que se constituíam em passatempos dos “curistas” ou “veranistas”, depois chamados de turistas, com a prática de coleta e uso de águas minerais para fins diversos. Essa coleta e uso de águas acontece na região há séculos, desde os povos originários. Depois, com a vinda dos bandeirantes, tropeiros e entrantes, permaneceu a prática na região da busca da cura pelas águas”.


O projeto de lei segue agora para a Comissão de Redação.

Comments


bottom of page