top of page

Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Patricia Campos Mello estarão no Flipoços 2024

A Vila Literária do Flipoços 2024 se prepara para receber grandes nomes da literatura, das artes e do jornalismo. Seguindo a pluralidade e a diversidade de temas, o Festival Literário Internacional de Poços de Caldas – que acontecerá de 27 de abril a 05 de maio, no Parque José Affonso Junqueira, juntamente com a Feira do Livro do Sul de Minas – vai receber convidados especiais e promover encontros inéditos.


Entre eles, pela primeira vez juntos e em um festival literário, os jornalistas Patrícia Campos Mello, repórter especial da Folha de S.Paulo, comentarista da TV Cultura e escritora; Carlos Andreazza, colunista de O Globo, ex-comentarista da Jovem Pan, BandNews e CBN; e Vera Magalhães, jornalista de política há 31 anos, com passagens pelos principais veículos de comunicação do Brasil e atualmente comentarista da rádio CBN e âncora do programa Roda Viva, da TV Cultura.



O encontro dos três jornalistas vai acontecer no dia 28 de abril, às 15h30, no Coreto Cultural, na mesa “Política, Cultura e Fake News – uma análise do Brasil sob a ótica da Literatura”, quando o trio vai abordar os assuntos com diversas análises, incluindo algumas que utilizam a literatura como lente de avaliação.


Neste sentido, há o livro “A máquina do Ódio”, de Patrícia Campos Mello, obra que versa sobre a trajetória da jornalista na investigação do papel das mídias sociais nas irregularidades do marketing político digital no período das eleições brasileiras, a partir da constatação da existência de esquemas ilegais de compras de pacotes de envios em massa de mensagens.


Através da literatura, é possível explorar como as narrativas são construídas e disseminadas, como diferentes perspectivas são representadas e como os indivíduos são influenciados por essas narrativas. Autores brasileiros têm abordado temas relacionados à política, cultura e manipulação da verdade em seus trabalhos, oferecendo uma reflexão crítica sobre a sociedade contemporânea.


Um exemplo notável é o romance ‘Dom Casmurro’, de Machado de Assis, que não trata diretamente de fake news, mas examina questões de percepção, memória e manipulação da verdade. A narrativa ambígua e subjetiva levanta questões sobre a natureza da verdade e como ela pode ser distorcida ou reinterpretada.


Além disso, obras mais contemporâneas, como ‘Ensaio sobre a Cegueira’, de José Saramago, ou ‘A Resistência’, de Julián Fuks (também convidado do Flipoços 2024), exploram temas relacionados à manipulação da informação e à fragilidade da verdade em contextos políticos turbulentos.


A primeira Vila Literária de Minas Gerais será construída no Parque José Affonso Junqueira, centro histórico da cidade, ao lado do Palace Hotel, Palace Casino e Thermas Antonio Carlos (o maior balneário da América Latina), e contará com mais de 60 tendas de editoras, livrarias, parceiros e patrocinadores, com decoração e iluminação cênica e dois palcos e outros espaços de convivência.


Realização: GSC Eventos Especiais, Prefeitura Municipal de Poços de Caldas e Ministério da Cultura. Patrocínios: Redecard Itaú, Valgroup, Nutrire, Myrallis e Docol. Transporte Oficial: Viação Santa Cruz. Apoio Cultural: Citur, Leitura Play. Apoio de Mídia: Revista Aorta, Livronews, Philos, Fruta Madura 50+ e Publishnews. Espaços parceiros: Lascaux Chocolateria, BoldBloom Café e Thermas Antonio Carlos. Instituições parceiras: Caminhos Gerais e Descubra Poços. Festivais parceiros: Filigram – Festival Literário de Gramado, Bienal do Livro de Pernambuco, HackTown, Mostra de Cinema de Fama, MIA, Folio, Flip. Apoio Institucional: Câmara Brasileira do Livro, Câmara Mineira do Livro, Instituto Pró-livro, Snel. Parceria internacional: Camões, Embaixada de Portugal e Politécnico de Leiria – CRID – Centro de Recursos para a Inclusão Social.


Para mais informações entre em contato pelo telefone (35) 3697 1551, acesse o site www.flipocos.com e as redes sociais @flipocos.

Comments


bottom of page