top of page

Flipoços: 1ª Vila Literária de Minas Gerais encanta público e supera expectativas

De 27 de abril a 5 de maio, Poços de Caldas sediou um dos mais importantes encontros de língua portuguesa do Brasil: 19º Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços 2024. A programação trouxe mais de 160 convidados, 200 atrações, shows todas as noites e uma movimentação que superou as expectativas da organização.


Segundo a curadora do evento, Gisele Ferreira, graças à 1ª Vila Literária de Minas Gerais, que recebeu um público superior a 60 mil pessoas, as vendas totalizaram cerca de R$ 2 milhões. Mas, segundo a organização, o que ficou mais evidente foi a receptividade do público, que aprovou 100% o novo formato do evento. “Nesta edição, o que mais me alegrou foi a participação maciça da população local e regional e de muitos turistas de várias partes do Brasil. Nossa 1ª Vila Literária de Minas Gerais, localizada no Parque José Affonso Junqueira, ofereceu uma experiência diferenciada para o público e a satisfação foi sentida em cada visitante."



FEIRA DO LIVRO

Em relação aos expositores da Feira do Livro, houve um aumento de cerca de 15% no número de espaços disponibilizados. O crescimento também foi verificado no número de títulos e de público. Nesta edição, foram dispobilizados cerca de 35 mil obras, entre livros físicos e digitais.


Segundo a organização do evento, o Flipoços também impactou a economia local, em setores como hospedagem, alimentação e serviços.


Para a curadora Gisele Ferreira, a feira trouxe gêneros literários variados, sendo que os livros mais vendidos nesta edição foram dos autores convidados, além de quadrinhos e mangás.


PROGRAMAÇÃO

Ao longo dos nove dias, ilustres convidados estiveram na cidade, participando de mesas nos palcos Coreto Cultural e Sesc Sulfurosa, além dos espaços parceiros. Com forte destaque à Minas e à mineiridade, o Flipoços trouxe o tema “A Crônica nossa de cada dia”, recebendo ícones da crônica brasileira, como Julian Fuks, Cristiana Rodrigues, Sophie Ganeff, Luiz Eduardo Carvalho, Diógenes Moura e o imortal Ruy Castro.


As atrações também destacaram os escritores locais, fomentando a literatura sul-mineira. Considerado o maior celeiro de escritores do sul de Minas Gerais, o município de Poços conta com mais de 400 escritores e escritoras catalogados, de vários gêneros literários.


ACESSIBILIDADE E SUSTENTABILIDADE

Ainda segundo Gisele Ferreira, o evento também promoveu diversas ações focadas na acessibilidade e na sustentabilidade. “Ficamos contentes com a parceria com a Escola Politécnica de Leiria (Portugal) do CRID – Centro de Referência para Inclusão Social, que pela primeira vez apoiou um festival literário no Brasil oferecendo material em braile e com todos os pictogramas de acessibilidade.".


Além disso, a distribuição de mudas de árvores frutíferas, composto orgânico e suculentas, em parceria com o IF Sul de Minas – Campus Muzambinho, foi um dos pontos altos nos primeiros dias do festival.


Como em outras edições, o evento manteve sua linha eclética e plural, promovendo mesas sobre questões relativas à gênero e à diversidade sexual na atualidade, com destaque para a Literatura LGBTQIA+, Literatura e Gastronomia, Cinema, Música, História, Literatura Indígena, Negra e Lusófona.


Na linha literária, um momento emocionante foi a homenagem à Nelida Piñon, que completaria 90 anos. “Nélida foi uma grande e estimada amiga. Tenho certeza que de onde ela estiver, ficou feliz”, diz Gisele.


Outro ponto alto da 19ª edição do Flipoços foi a programação musical noturna, com shows excelentes, dentre eles “O falar caipira nas músicas de Tonico e Tinoco” e o show de blues com o artista norte-americano Keith Dunn and The Simi Brothers.


O encerramento do Festival contou com homenagens ao Dia Mundial da Língua Portuguesa, com a participação dos escritores Mariana Basílio, Mar Becker, Dalila Teles, Pau de Cabinda, Celia Souza e Cristina Drios (escritora que fez a 4ª Residência Literária Flipoços Camões).


O Festival é uma realização GSC Eventos Especiais, Prefeitura Municipal de Poços de Caldas e Ministério da Cultura. Contou com os patrocínios: Rede Itaú, Valgroup, Althaia, Nutrire, Myrallis, Docol, Instituto Chamex e Sylvamo. Transporte Oficial: Viação Santa Cruz. Parceria Cultural: Sesc Minas. Apoio Cultural: Sebrae, Green PCR, Maple Bear, CNA Inglês Definitivo e Cine Marquise. Patrocínio no Prêmio Literário da Renovagraf. Internet Exclusiva – Telemídia. Parceria internacional Camões, Embaixada de Portugal e Politécnico de Leiria – CRID – Centro de Recursos para a Inclusão Social.

Comments


bottom of page